NOTÍCIAS



Coronavírus

Vacinação contra a covid em crianças começa na próxima semana em Concórdia


É contemplada nesta nova fase a faixa entre 3 e 5 anos.

Por Luan de Bortoli
28/07/2022 às 06h20 | Atualizada em 29/07/2022 - 12h58
Compartilhar


A secretaria de saúde de Concórdia definiu nesta semana a data para início da nova etapa de vacinação contra a covid-19, no grupo de crianças de 3 a 5 anos. Conforme as informações levantadas pela reportagem da emissora, a imunização na nova faixa etária legível terá início na próxima segunda-feira, dia 1º de agosto. As doses chegaram na última terça-feira.

De acordo com a prefeitura, a aplicação dos imunizantes para este grupo será realizada somente na Unidade Sanitária, de segunda até sexta-feira (dia 05). Pela manhã, o horário será 7h30 às 11h30, enquanto que à tarde, será das 13h00 às 19h00. Ainda conforme a apuração, todas as crianças que fazem parte deste grupo poderão se vacinar, não havendo prioridade para casos específicos.

A vacinação contra a covid nas crianças não começou até o momento em Concórdia – bem como em grande parte dos municípios – por falta de doses específicas para este grupo. A remessa, conforme informações, só foi enviada entre o fim da última semana e o início desta. Por enquanto, as crianças desta faixa não serão imunizadas nos postos dos bairros.

É imprescindível que os pais levem os documentos solicitados para todas as faixas etárias, como cartão do SUS; CPF; documento com foto; carteira de vacinação e comprovante de residência. Caso os pais não possam comparecer é necessário o responsável apresentar o termo de assentimento para a vacinação, que está disponível na Unidade Sanitária.

A vacina a ser utilizada para este novo grupo é a Coronavac. O intervalo entre a primeira e a segunda dose deve ser de 28 dias. O Ministério da Saúde recomenda que, para o público a partir dos 5 anos, deve ser aplicada a vacina da Pfizer, já aprovada para a faixa-etária de 5 a 11 anos. 

A autorização para o início de uma nova faixa elegível pelo Ministério da Saúde se deu depois que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o imunizante. O Butantã, que produz a vacina, vinha pedindo autorização para a nova etapa há vários meses, mas faltavam documentos.
 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM