Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Educação

Alunos do IFC fazem protesto em Concórdia

Grupo se vestiu de preto e pediu retorno dos recursos.

Por Luan de Bortoli
07/05/2019 às 06h37 | Atualizada em 07/05/2019 - 08h04

O anúncio do corte de 30% nos recursos repassados às universidades públicas federais segue repercutindo em todo o país, assim como em Concórdia. Alunos realizaram protestos no Instituto Federal Catarinense (IFC), campus Concórdia, nesta segunda-feira, dia 06. Na semana passada, o Ministério da Educação (MEC) confirmou o bloqueio dos recursos por economia. 

O IFC local teve reduzidos quase R$ 3 milhões em verba após o anúncio da medida. Nos últimos dias, a direção da instituição tem realizado reuniões para verificar opções que possam evitar as consequências. No horário do almoço desta segunda, os alunos, vestidos com roupas pretas, se reuniram no pátio e fizeram um protesto pacífico que busca pedir a reversão da decisão. Eles discutiram sobre diversos assuntos. Usando o preto, eles fazem alusão ao luto.

Não há informações de que novos protestos possam ocorrer nos dias seguintes em Concórdia. Funcionários não participaram. Durante o fim de semana, circulou pelas redes sociais uma imagem gráfica convidando os alunos e funcionários de todos os IFs a aderirem à mobilização. Na arte, frases como #tiraamãodomeuIF e “não vão nos parar”. Em diversas universidades federais do país, alunos e professores também fizeram manifestações semelhantes.

Conforme o diretor do campus, Nelson Golinski,  verba esperada para o IFC de Concórdia seria de R$ 7.508.730,51, e com o bloqueio de R$ 2.830.845,32, ficará em R$ 4.677.885,28. Ele foi categórico ao dizer que, mantido o bloqueio, é possível que a instituição não consiga manter as atividades além do mês de setembro. 

Toda esta medida teve origem em um anúncio polêmico, ocorrido no início da semana. O governo Jair Bolsonaro informou que bloquearia 30% dos recursos de custeio de três universidades federais —UnB, UFBA e UFF. O anúncio foi motivo de críticas pois teria motivos ideológicos que ferem a Constituição. Após a onda de críticas à medida, o governo Bolsonaro resolveu estender o bloqueio de 30% dos recursos a todas as universidades federais.

O IFC de Concórdia conta, atualmente, com 209 funcionários, que engloba corpo docente e técnicos administrativos efetivos, além de 54 servidores terceirizados. A instituição oferece ensino médio, superior, mestrado e especialização, o que chega a um total de 1535 alunos.






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM